(84) 98742-9430
   Entre em contato
   nutriçãointensa
 
 
                   Como está a sua pressão?
 
 
 

Pressão alta: Causas, sintomas e tratamento

 

Doença que é muito falada e conhecida da sociedade brasileira, a pressão alta – ou hipertensão arterial, como é chamada – infelizmente está cada dia mais comum devido ao despreparo da população sobre como evitar a enfermidade.

 

Sendo crônica e não existindo cura para ela, a hipertensão tem que ser levada a sério visto que durante picos e crises pode causar sérios problemas aos seus portadores, sendo que alguns deles pode, inclusive, deixar sequelas.

 

Quer entender mais sobre o assunto e obter informações mais precisas e pertinentes sobre a pressão alta? Confira neste artigo tudo sobre a doença e transforme o seu conhecimento em prevenção agora mesmo!

 

 

O que é pressão alta?

Primeiramente, é importante definir o que é pressão alta. Indo além do que já foi falado antes, que é uma doença crônica e que também é chamada de hipertensão arterial, a pressão alta é caracterizada por médias que ultrapassam a 14 por 9 – ou seja, 140 x 90 mmHg.

 

Em outras palavras, a hipertensão arterial acontece quando o fluxo sanguíneo que passa pelas artérias é mais elevado do que o normal.

 

A pressão exercida pelo sangue na passagem das artérias é medida em milímetros de mercúrio. Existem duas medidas, a máxima – ou sistólica – e a mínima – chamada também diastólica.

 

A máxima é obtida quando o coração se contrai enquanto que a mínima quando este se dilata. A pressão ideal é de 120x80 mmHg.

Estima-se que cerca de 25% da população brasileira sofra desta doença, apesar de uma parte dela ainda não ter conhecimento disso visto que a hipertensão é uma doença bastante silenciosa.

 

Outro dado importante divulgado também pela SBS – Sociedade Brasileira de Hipertensão – é que a porcentagem sobe assustadoramente para 50% quando considerados apenas os grupos mais idosos, acima dos 60 anos.

 

 

Causas e sintomas da pressão alta: Fique de olho!

 

Infelizmente, a pressão alta não apresenta muitos sintomas e, quando estes acontecem, geralmente é porque a hipertensão arterial já atingiu um pico difícil de ser combatido e curado. Entretanto, é possível assumir uma postura de prevenção mantendo uma rotina de medição da pressão.

 

Por exemplo, você pode se propor a auferir a pressão a cada 15 dias ou com distância de 1 mês. Deve optar por fazê-lo em momentos mais tranquilos e que não tenha feito nenhum tipo extra de esforço.

 

Os sintomas que podem ligar o alerta sobre a existência da doença são as constantes tonturas, dores na nuca e visão embaçada com facilidade. Outros sintomas que podem ser indicativos da hipertensão arterial são as dificuldades para respirar, os enjoos e algumas dores no peito.

 

Entre as causas do surgimento da pressão alta destacam-se a genética pessoal uma vez que aqueles que têm histórico familiar ligado a doença estão mais sujeitos a desenvolver a doença.

 

Outro fator que recorrentemente é associado a hipertensão arterial é o alto consumo de sal que acaba por elevar a pressão.

 

 

Qual o melhor tratamento para a pressão alta?

 

Como já foi dito, a pressão alta não tem cura, nenhum remédio ou tratamento pode efetivamente chegar a raiz do problema. Entretanto, a boa notícia é que existem opções que colaboram com o controle desses picos.

 

No geral, os portadores da doença seguem orientações médicas bastante precisas para os controles dos mínimos e máximos.

 

O consumo diário de medicamentos anti-hipertensivos costuma ser o tratamento mais utilizado. Entre os remédios comumente utilizados estão o Losartana, Enalapril e Lisinopril.

 

Outros cuidados recomendados são do estabelecimento de uma dieta mais equilibrada e saudável – visitar um nutricionista pode ser necessário – além da criação do hábito de praticar atividades físicas, mesmo as mais simples como caminhadas e corridas curtas.

 

A orientação médica ainda é que o paciente com pressão alta retorne a espaço de três meses a fim de que seja conferido se o tratamento estabelecido está dando resultado.

 

 

Vida saudável: Evite a pressão alta!

 

Aproveite para ver a seguir algumas dicas dadas pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia para evitar a pressão alta:

  • Acompanhe os índices da pressão arterial uma vez que os sintomas só costumam aparecer quando a doença está agravada;
  • Evite o consumo de sal em excesso, pois ele é um dos grandes vilões quando o assunto é pressão alta;
  • Evite alimentos gordurosos, pois eles obstruem a passagem do sangue;
  • Não dê espaço para o sedentarismo e pratique ao menos caminhadas de 20 minutos por dia;
  • Diminua o consumo de bebidas alcóolicas;
  • Cuidado com a obesidade, apesar de pessoas magras também poderem ter hipertensão arterial, a recorrência é maior entre obesos;
  • Corte o cigarro da sua rotina, ele agrava o problema e aumenta a pressão arterial; e
  • Fique de olho no estresse, infelizmente ele também agrava a hipertensão.

 

Gostou do conteúdo apresentado sobre pressão arterial? Quer continuar acompanhando outras publicações informativas como esta? Aproveite para se inscrever e não perca nenhum novo texto!

 

Referências Bibliográficas:

https://www.tuasaude.com/pressao-alta/

https://www.endocrino.org.br/dicas-para-prevenir-hipertensao/

https://minutosaudavel.com.br/o-que-e-hipertensao-arterial-causas-sintomas-e-tratamento/

Análise da página "pressao-alta"   

Avaliação: 7 de 10 | Comentários: 12 | Número de avaliações: 23

Sobre nós

Oferecemos oportunidades de Vida Saudável e Estabilidade Financeira com um Negócio Próprio  através do consumo e/ou comercialização de suplementos nutricionais desenvolvidos com nanotecnologia. Atuamos com Marketing Multinível. 
 
Faça contato
 
  nutriçãointensa
  (84) 98742-9430
  Parnamirim/RN
 
Encontre-nos
 
 
 
 
Home   •   Topo   •   Sitemap
Facebook Twitter Google+ Google Pinterest LinkedIn Email Addthis
© Todos os direitos reservados.
 
Principal   Perder peso rapidamente   suplementos para emagrecer   ganhar dinheiro online